24 de Junho de 2018

 

A promotora de Justiça Ana Maria Magalhães Carvalho abriu procedimento administrativo, para apurar as responsabilidades civis e criminais da empresa contratada para fazer a coleta de lixo no Distrito de Mosqueiro. A falta de recolhimento após a virada do ano causou um acúmulo de toneladas de resíduos nas ruas e vem causando danos à saúde da população e ao meio ambiente. Também será investigada a responsabilidade dos diretores da empresa.

“A empresa responsável pela coleta do lixo em Mosqueiro não realizou o serviço na primeira semana de janeiro, justamente quando tem maior quantidade de resíduos devido às festas de fim de ano”, frisou a promotora Ana Maria Magalhães.

A Promotoria de Justiça Mosqueiro recebeu centenas de reclamações de moradores durante o plantão desta sexta-feira . As pessoas fotografaram as calçadas repletas de sacos de lixo espalhados por toda a bucólica e encaminharam ao Ministério Público. As ruas, até esta sexta-feira, estão repleta de sacos de lixo.

O Ministério Público já oficiou à agência distrital para que se manifeste sobre o assunto. “Solicitamos que nos remetam informações sobre o dano ambiental causado”, disse a promotora.

 

Texto: Assessoria de Comunicação
Fotos: Promotoria de Justiça de Mosqueiro

Rua João Diogo, 100 - Cidade Velha - 66.015.165 Belém/PA | (91)4008.0400 (Promotorias) e (91)4006-3400 (Edifício Sede)
Atendimento ao público 8h às 14h - Atendimento no protocolo 8h às 17h (2a a 5a) e 8h às 15h (6a)
© 2000-2011. Todos os direitos reservados (Departamento de Informática - MPPA)